Seguidores

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Família

Em uma família nem todos tem as mesmas 
Resultado de imagem para familia clipartespecialidades, habilidades ou comportamento.
 No entanto, não há comparação ou críticas. 
Todos vivem juntos com muito amor, sob a 
autoridade dos pais. Esta é a família ideal. 
Nela precisamos ser flexíveis, nos ajustar e 
ter um grande coração, de modo a acomodar 
tudo e todos com suas diferentes personalidades, 
mantendo uma visão constante de amor e misericórdia.

Isso exige a prática da doçura, humildade e respeito mútuo.

Brahma Kumaris 

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

DEIXEM-ME ENVELHECER

Deixem-me envelhecer sem compromissos e cobranças,
Sem a obrigação de parecer jovem e ser bonita para alguém,


Quero ao meu lado quem me entenda e me ame como eu sou,
Um amor para dividirmos tropeços desta nossa última jornada,

Quero envelhecer com dignidade, com sabedoria e esperança,

Amar minha vida, agradecer pelos dias que ainda me restam,

Eu não quero perder meu tempo precioso com aventuras,

Paixões perniciosas que nada acrescentam e nada valem.

Deixem-me envelhecer com sanidade e discernimento,

Com a certeza que cumpri meus deveres e minha missão,

Quero aproveitar essa paz merecida para descansar e refletir,

Ter amigos para compartilharmos experiências, conhecimentos,

Quero envelhecer sem temer as rugas e meus cabelos brancos,

Sem frustrações, terminar a etapa final desta minha existência,

Não quero me deixar levar por aparências e vaidades bobas,

Nem me envolver com relações que vão me fazer infeliz.

Deixem-me envelhecer, aceitar a velhice com suas mazelas,

Ter a certeza que minha luta não foi em vão: teve um sentido,

Quero envelhecer sem temer a morte e ter medo da despedida,

Acreditar que a velhice é o retorno de uma viagem, não é o fim,

Não quero ser um exemplo, quero dar um sentido ao meu viver,

Ter serenidade, um sono tranquilo e andar de cabeça erguida,

Fazer somente o que eu gosto, com a sensação de liberdade,

Quero saber envelhecer, ser uma velha consciente e feliz!!!
A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e chapéu


Silvana Freygang

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Serenidade

Quando somos atacados pelos golpes da vida. 
Quando a desesperança cresce em nossos corações. 
Quando tudo parece estar perdido. Nesses momentos, 
só não podemos perder uma coisa: a serenidade. 
Ela apaga o fogo das emoções e sentimentos negativos. 
Ela afaga a alma e traz de volta a determinação e a coragem para seguir em frente. Por ser tão suave, a serenidade não é muito valorizada no mundo das ações. 
No entanto ela é a virtude mais importante nas horas de caos externo ou interno.

Resultado de imagem para serenidade

Brahma Kumaris

segunda-feira, 3 de outubro de 2016

É o Que a Gente Leva Desta Vida…


Resultado de imagem para brevidade da vida

A persistência instintiva da vida através da aparência da inteligência é para mim uma das contemplações mais íntimas e mais constantes. O disfarce irreal da consciência serve somente para me destacar aquela inconsciência que não disfarça.


Da nascença à morte, o homem vive servo da mesma exterioridade de si mesmo que têm os animais. Toda a vida não vive, mas vegeta em maior grau e com mais complexidade. Guia-se por normas que não sabe que existem, nem que por elas se guia, e as suas ideias, os seus sentimentos, os seus actos, são todos inconscientes – não porque neles falte a consciência, mas porque neles não há duas consciências.
Vislumbres de ter a ilusão – tanto, e não mais, tem o maior dos homens.Sigo, num pensamento de divagação, a história vulgar das vidas vulgares. Vejo como em tudo são servos do temperamento subconsciente, das circunstâncias externas alheias, dos impulsos de convívio e desconvívio que nele, por ele e com ele se chocam como pouca coisa.
Quantas vezes os tenho ouvido dizer a mesma frase que simboliza todo o absurdo, todo o nada, toda a insciência falada das suas vidas. É aquela frase que usam de qualquer prazer material: é o que a gente leva desta vida…

Fernando Pessoa

domingo, 28 de agosto de 2016

Respeito

“Respeito pelos outros é reconhecer seus esforços para melhorar. Isto nos encoraja a focalizar mais a atenção no potencial deles do que em seus erros. 
De fato, esse é o método para ajudar as pessoas a ficarem livres de seus defeitos. Uma oportunidade para julgar a qualidade da nossa percepção espiritual. 
Ver quanta fé nós temos na transformação definitiva daqueles que convivem conosco. 
Essa fé é respeito verdadeiro".

Resultado de imagem para flores

Brahma Kumaris

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Paz

“Pensar de uma forma positiva é o que me torna pacífico. Paz significa silêncio preenchido com doçura e significado. Cada um de nós pode ser um mensageiro da paz, mas só poderemos restabelecer paz em casa, no trabalho, no mundo, se nós mesmos permaneceremos pacíficos."

Brahma Kumaris

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Crescimento Pessoal

“A essência da vida espiritual está formada por nossos sentimentos e nossas atitudes para com os outros.”


Dalai Lama

LADROES2

terça-feira, 31 de maio de 2016

quarta-feira, 6 de abril de 2016

Mente e o coração


Mente amiga

Temos o hábito de tentar controlar a mente através da força. 
Ordenamos que a mente pare de pensar o que não desejamos. No entanto, quanto mais forçamos a mente para não ir em uma direção específica, mais ela tende a ir para lá. A única maneira de controlar a mente é conversar com ela com amor. Assim como explicamos algo a uma criança, precisamos explicar à mente com amor. Isso tornará a mente minha amiga e eu conseguirei me concentrar mesmo em situações indesejáveis.      Brahma Kumaris



quinta-feira, 31 de março de 2016

A Esperança

É preciso ter esperança, 
mas ter esperança do verbo esperançar;
porque tem gente que tem esperança do verbo esperar. 

E esperança do verbo esperar não é esperança, é espera. 

Esperançar é se levantar, esperançar é ir atrás, esperançar é construir, esperançar é não desistir! 

Esperançar é levar adiante, esperançar é juntar-se com outros para fazer de outro modo... 


 (Paulo Freire)


domingo, 27 de março de 2016

Meditação

Encontre um lugar quieto e relaxe. 
Sente-se em uma cadeira. 
Mantenha seus olhos abertos e gentilmente repouse o olhar em um ponto à frente. 
Afaste sua atenção dos sons externos e observe seus pensamentos. 
Não tente parar de pensar.
Não julgue, apenas observe. 
Assim os pensamentos desaceleram e você fica mais tranquilo.

Crie um pensamento sobre você como: 
“Eu sou pacífico.” 

Segure essa afirmação na tela da mente. 
Visualize-se sendo pacífico. 
Não lute com outros pensamentos ou memórias que possam distraí-lo. 
Deixe-os passar e volte ao pensamento que você criou. Agora pense no Oceano de Paz, Deus. 
Receba Dele todas as virtudes. 
Permaneça estável por alguns minutos e retorne às suas atividades.


BK Vishnu Khemani

sábado, 12 de março de 2016

ACREDITAR!



A gente precisa continuar acreditando: 

que vale a pena ser honesto. 

Que vale a pena estudar. 

Que vale a pena trabalhar. 

Que é preciso construir: 

a vida, o futuro, o caráter, a família, 

as amizades e os amores.




Lya Luft Escritora

terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

FILTRO DA VIDA


É preciso deixar ir quem nunca fez nada para permanecer



É preciso deixar ir quem nunca fez questão de ficar, essas pessoas de sentimentos temporários, que nos fizeram investir tempo e imaginação. Deixar ir requer coragem, mas longe de aceitar tal ato como um final, devemos vê-lo como o começo de algo novo.

Quem nunca se viu obrigado, em certa ocasião, a ter que encerrar uma etapa de sua vida? Às vezes chamam isso de “fechar ciclos“.

No entanto, esta ideia de circularidade, mais que nos dar a visão de algo que se encerra com um início e um final, nos faz visualizar melhor uma entidade que nunca termina, como uma espécie de ciclo eterno. Devemos ver estas etapas da nossa vida como uma linha pela qual avançamos, pela qual fluímos conforme crescemos.

E para crescer nos desprendemos de certas coisas, ao mesmo tempo em que ganhamos outras. A vida é um avanço que não se pode parar, que nos esmaga e tira nosso fôlego, e de nada adianta ficarmos encalhados em algo ou em alguém que nos puxa para baixo, como faz a pedra ao cair num poço.

Quem não nos reconhece, quem nos faz mal e causa erosões em nosso ser, em nossa essência como pessoa, está violando nosso crescimento.

Entretanto, pode ser que demoremos para nos darmos conta, que não desejemos ver isso durante um tempo, mas a infelicidade é algo que ninguém pode esconder. Dói, murcha e nos apaga. Então não permita que isso aconteça. Na vida, sempre chega um momento no qual é melhor melhor soltar, deixar ir…
É preciso deixar ir até quem nos abandonou

O deixar ir, encerrar uma etapa de nossa vida, não se refere somente a dizer adeus a quem compartilha a vida conosco, num ato de decisão ou coragem.

É possível que não seja você quem esteja abandonando, pode ser que, na realidade, você tenha sido abandonado. Neste caso, a ideia de soltar, de assumir essa ruptura e avançar de novo em frente, é algo vital.



Devemos deixar ir quem nos abandonou, porque ao não fazê-lo nós seguiremos presos num infinito de emoções negativas que vão nos ferir cada dia mais. E os responsáveis, nesse caso, seremos nós mesmos.

Fechar esse ciclo de nossa vida, no qual ainda existe uma dor tremenda do abandono, requer tempo. O luto deve ser vivido, chorado, assumido e, mais tarde, deve-se aceitar o ocorrido até ser possível chegar a um perdão. Uma vez cauterizada a ferida, e quando nos encontremos livre de cargas por ter podido perdoar, nos sentiremos mais aptos para deixar ir com máxima plenitude.
Um abandono é a ruptura de um vínculo, e como tal, devemos “retornar” a nós mesmos.

Até pouco tempo, tal laço era nutrido pelo amor existente na relação. Agora que o cordão umbilical está partido, devemos nos reencontrar, nos cuidar, e nos entender para podermos reforçar o vínculo com a nossa autoestima, para volar a olhar em frente. Fortalecidos.

Não alimente nostalgias, não focalize seu olhar no ontem, porque o passado não existe mais, se foi, não está mais aqui… E lembre-se, acima de tudo, de que quem vive de nostalgia não faz mais do que alimentar o sofrimento, e se prender, enquanto idealiza um passado, deixando que o presente se perca. Sua oportunidade de ser feliz é “aqui e agora”.


É preciso deixar ir sem ressentimentos

Quem alimenta a raiva, o despeito e o ressentimento torna-se prisioneiro de quem lhe fez mal. É simples assim e contundente assim, também. Quem lhe provoca a raiva e focaliza todo o seu desprezo, faz com que você seja um eterno cativo de suas próprias emoções negativas.

Perdoar não é fácil. Às vezes, assumimos que o perdão é uma renúncia a nós mesmos, que é como vacilar e nos vermos como vítimas. Nada mais longe da realidade…

Para perdoar, você deve conseguir, de novo, ter confiança em si mesmo. Ninguém é tão forte quanto a pessoa que pode conceder o perdão a quem lhe fez mal, porque demonstra, por sua vez, que superou o medo, que já não teme o inimigo e que se sente mais livre.

Ao nos desprendermos dos ressentimentos e da raiva, voltamos ao nosso estado inicial, nosso coração volta a se curar e deixa de lado as emoções negativas. Só então o ato de “deixar ir”, se transforma em algo mais fácil de se conseguir, ao mesmo tempo em que é libertador.


Não invista tempo em quem não merece, em quem não fez nada para permanecer ao seu lado ou para lutar por você. Abra o caminho e ofereça liberdade para essa pessoa, deixe-a ir. Porque não vale a pena lutar contra a corrente, porque toda porta que se fecha, é uma oportunidade que se abre.

Créditos da imagem: Mila Marquis, Shawna Erback, Lucy Campbel
http://amenteemaravilhosa.com.br/preciso-deixar-ir-nunca-nada-permanecer/

Pensamentos


quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

A Paciência


Exercitar a paciência: dormir e afiar o machado

Um mestre e seu discípulo se preparavam para cortar lenha.

O discípulo trabalhou sem parar para descansar e acumulou uma grande pilha de lenha.

O mestre, ao contrário do discípulo, trabalhava em dois períodos – cortava lenha durante 50 minutos e descansava 10.

Ao terminar, o mestre tinha uma pilha de lenha muito maior.

O discípulo, estranhando a situação, perguntou:

– Mas como é possível que você tenha juntado mais lenha do que eu, se você parou para descansar várias vezes?

O grande mestre, então falou:

– Enquanto descansava, eu afiava o machado.

Humildade



“Assim como o galho de uma árvore carregada de frutos se inclina, aquele que está pleno internamente é humilde. 

Uma pessoa assim pode trazer benefício para muitos. 

A humildade dela a faz um doador em todas as situações. 

Ela torna tudo fácil para os outros, nunca cria obstáculos. 

Ela não quer nada para si porque já tem tudo que precisa. 

Aquele que é pleno transborda boas palavras e sentimentos.”




Brahma Kumaris

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

APRENDER - LIÇÃO DE VIDA

Hoje esta sendo um dia muito especial.

Iniciou uma nova etapa da minha vida.

Casa Nova, trabalho novo, literalmente Vida Nova.

Logo pela manhã estava ansiosa para ir ao trabalho, nervosa e preocupada. 

Afinal de contas novos desafios...

Abrindo a caixa de e-mail me chamou atenção o e-mail:


Aprender

“As pessoas ensinam com a cabeça, Deus ensina com o coração. Ele refresca o intelecto e nos liberta de pensar demais. Seu amor nos fortalece e nos capacita a tornar insignificantes as situações difíceis. Aqueles que aprendem com Deus desenvolvem a sensibilidade de entender o real significado por trás de cada situação. Eles entendem com o coração e aceitam com a mente. Um problema do tamanho de uma montanha torna-se tão minúsculo como uma semente de mostarda. Quando tornamos Deus nosso professor, removemos a palavra dificuldade do nosso dicionário.”

Brahma Kumaris


Depois desta leitura,  fiquei em silêncio por alguns minutos
e veio em meu pensamento. Como Deus é maravilhoso. 

Tremendo e Fiel. 

Meu coração estava tão apertado e nestas palavras me disse se acalme vou te ensinar...

Deus Cuida  

terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Amizade

Amigos são sempre próximos mesmo que fisicamente separados. 

Esse companheirismo conquista a distância, o tempo ou qualquer tipo de separação. 

A empatia mutua deles é a base da sua comunicação. 

Essa comunicação é mais do que apenas falar, é a habilidade de ouvir os sentimentos do outro, ou seja, sintonizar o eu verdadeiro ao outro ser verdadeiro. 

Tal comunicação genuína permite que a mais pura interação aconteça porque há um espelho de clareza onde nada pode ficar mal entendido ou permanecer obscuro.

Brahma Kumari