Seguidores

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

A arte de ser feliz

por Cecília Meireles
Houve um tempo em que a minha
janela se abria para um chalé.
Na porta do chalé brilhava
um grande ovo de louça azul.
Neste ovo costumava pousar
um pombo branco.
Ora, nos dias límpidos,
quando o céu ficava da mesma
cor do ovo de louça,
o pombo parecia pousado no ar.
Eu era criança,
achava essa ilusão maravilhosa e
sentia-me completamente feliz.
Houve um tempo em que a minha
janela dava para um canal.
No canal oscilava um barco.
Um barco carregado de flores.
Para onde iam aquelas flores?
Quem as comprava?
Em que jarra… em que sala,
diante de quem brilhavam,
na sua breve experiência?
E que mãos as tinham criado?
E que pessoas iam sorrir de
alegres ao recebê-las?
Eu não era mais criança,
porém minha alma ficava
completamente feliz.
Houve um tempo em que a minha
janela se abria para um terreiro,
onde uma vasta mangueira
alargava sua copa redonda.
À sombra da árvore, numa esteira,
passava quase o dia todo sentada
uma mulher, cercada de crianças.
E contava histórias.
Eu não podia ouvir, da altura da janela,
e mesmo que a ouvisse, não entenderia,
porque isso foi muito longe,
num idioma difícil.
Mas as crianças tinham tal expressão
no rosto, e às vezes faziam com as mãos arabescos tão compreensíveis, que eu participava do auditório, imaginava os assuntos e suas peripécias e me sentia completamente feliz.
Houve um tempo em que na minha janela havia um
pequeno jardim seco.
Era um tempo de estiagem,
de terra esfarelada,
e o jardim parecia morto.
Mas todas as manhãs vinha um pobre
homem com um balde e em silêncio,
ia atirando com a mão umas gotas
de água sobre as plantas.
Não era uma rega:
era uma espécie de aspersão ritual,
para que o jardim não morresse.
E eu olhava para as plantas,
para o homem, para as gotas de
água que caíam de seus dedos magros
e meu coração ficava
completamente feliz.
Mas, quando falo dessas pequenas
felicidades certas, que estão diante
de cada janela, uns dizem que essas
coisas não existem, outros que só
existem diante das minhas janelas
e outros finalmente, que é preciso
aprender a olhar, para poder vê-las assim.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Amor


"Na quietude do meu interior eu desenvolvo a percepção de quem sou e da minha conexão com os eventos da vida. 
Assim encontro poder para experimentar e conhecer Deus. Sinto o amor chegando e me envolvendo com aceitação e proteção. Este amor é incondicional, não demanda, não deseja, não tem expectativa. Um amor que me aceita, independente do que tenha feito. Um amor que ressalta apenas a minha força e que me ajuda a ter uma visão positiva de mim. Uma experiência real do amor de Deus reacende a luz do ser e cura as feridas do passado." 
 Brahma Kumaris

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

A Difícil Arte de Estar Presente

Viver é uma arte e quase nenhum de nós tem talento para levá-la com dignidade. Sábios, monges, profetas repetem como um mantra que o segredo da felicidade está no presente,que também pode ser traduzido com dádiva. No entanto, parece que estamos sempre fugindo dele como se ele nos fosse ameaçador.

Repare. Conforme aprendemos uma lição, facilmente colocamo-la em automático, ocupando nosso pensamento no passado ou no futuro. “o que devo fazer quando chegar na empresa? Será que deixei a chapinha ligada?”, enquanto dirigimos ou lavamos louça, por exemplo, ao invés de prestarmos atenção no buraco, no ciclista que vem na contramão ou no pedestre incauto que não percebe que o sinal está fechado pra ele.

Já reparou que é justamente quando não estamos prestando atenção em nossos afazeres que os imprevistos acontecem? Se estão em automático, não lembraremos depois se fizemos ou não. Escovei os dentes?? Coloquei o celular na bolsa? Onde eu estava com a cabeça? No presente é que não estava.

Meditar é isso. Encarar o presente, absorvê-lo. Não é sentar e deixar o pensamento fluir para onde você não está. É concentrar-se, ou seja, estar no centro. Onde? No centro de você mesmo. Nas primeiras tentativas você irá se desanimar, porque seu cérebro está acostumado a fugir. Mas tente, vale a pena! Quando você conseguir, vai sentir necessidade de fazer sempre, e uma felicidade imensa de não sei  onde que eu arrisco dizer que vem de dentro.



Se for muito difícil ter um tempo para parar e meditar, tente viver uma vida constante de meditação. Tudo o que fizer, esteja presente, preste atenção, faça com amor e dedicação.

No automático você não aproveita, nem vai se lembrar! E cada momento da vida é importante, afinal ela é curta demais e precisamos aproveitá-la ao máximo, enquanto aqui estivermos.

Você vai perceber que tudo o que você fizer será bem feito e, os percalços que cruzarão o seu caminho, não serão culpa sua. Você vai estar bem consigo mesma e será feliz da maneira mais autêntica: de dentro pra fora.


Aceitação

"Hoje eu só verei a bondade e a virtude de todos à minha volta. Quando vejo e aprecio as especialidades nos outros, torna-se fácil e natural ver e apreciar minhas próprias especialidades. Isto me torna uma pessoa fácil e leve. 
Às vezes eu posso achar difícil ou literalmente impossível ver as especialidades em algumas pessoas. Isto acontece porque temos o hábito de julgar e rotular. 
Ao julgar, deixamos de aceitar e amar. 
Aceitação é a chave para encontrar especialidades nos outros e em mim."  Brahma Kumaris


 

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Esperança

Diante de mudanças súbitas e situações caóticas, a esperança é nosso colete salva-vidas que ajuda a nos manter à tona. 
Sem esperança, esperamos o pior, a visão fica turva, a mente se enche de perguntas, o medo nos impede de decidir com clareza e agir com determinação.
Viver com esperança nos mantém despertos, nos deixa abertos às oportunidades que a vida oferece. Superamos o medo e esperamos o melhor. 
Com esperança nossas forças se unem a fim de lidar com as dificuldades. 
Mantemos a visão de que tudo vai melhorar e que as coisas vão funcionar trazendo benefícios a todos. 
A esperança nos ajuda a manter vivo o sentido da nossa vida.

domingo, 8 de dezembro de 2013

Bençãos

Podemos acreditar que tudo que a vida nos oferecerá no futuro é repetir o que fizemos ontem e hoje.
Mas, se prestarmos atenção, vamos nos dar conta de que nenhum dia é igual a outro. 
Cada manhã traz uma benção escondida; uma benção que só serve para esse dia e que não se pode guardar nem desaproveitar.
Se não usamos este milagre hoje, ele vai se perder.
Este milagre está nos detalhes do cotidiano; é preciso viver cada minuto porque ali encontramos a saída de nossas confusões, a alegria de nossos bons momentos, a pista correta para a decisão que tomaremos.
Nunca podemos deixar que cada dia pareça igual ao anterior porque todos os dias são diferentes, porque estamos em constante processo de mudança.



Paulo Coelho

Ser Humilde


Quando uma árvore está carregada, ela se curva e disponibiliza seus frutos a todos. 
Da mesma forma, quando uma pessoa está preenchida ela se curva com humildade. 
Uma pessoa assim pode beneficiar todos aqueles que a rodeiam. 
A humildade nos faz doador em todas as situações. 
A humildade faz com que seja fácil aos outros receber o que temos a oferecer. 
Nas nossas interações com os outros é mais importante ver o que podemos dar a eles do que apenas esperar deles.


segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Emoções


Quando alguém me diz: eu não gosto da sua ideia, 
é bem provável que eu me sinta insultado. 

Mas será que alguém pode me machucar? 

Somente se eu deixar adormecer a consciência de quem sou e ficar apegado à ideia. 

Veja as crianças. 
Mesmo que alguém faça algo, 
elas esquecem e logo voltam a brincar. 

Porém, quando crescemos, nos tornamos muito sensíveis. 

Uma simples palavra causa tanta dor. 

Nessa hora, precisamos entender nossas emoções e, então, deixar para lá, porque essa dor é auto criada.

Nessa hora, precisamos entender nossas emoções e, então, deixar para lá, porque essa dor é auto criada. 

 

Brahma Kumaris

Bons Pensamentos

É o poder do pensamento que cria a atmosfera 
numa sala, numa casa, numa empresa. 
Se eu consigo controlar a mente e desenvolver seu poder positivo, posso influenciar, mais do que ser influenciado pela atmosfera ao meu redor. 
A dependência dos outros e das coisas físicas irá diminuir, nada parecerá difícil. 
A vontade de escapar do sistema não virá, porque, apesar de permanecer nele, nos meus pensamentos, estou além de suas influências negativas".

 

 

domingo, 24 de novembro de 2013

Coisas que a vida ensina depois dos 40



Amor não se implora, não se pede não se espera...
Amor se vive ou não.
Ciúmes é um sentimento inútil. 

Não torna ninguém fiel a você.
Animais são anjos disfarçados, 
mandados à terra por Deus para
mostrar ao homem o que é fidelidade.

Crianças aprendem com aquilo que você faz, 
não com o que você diz.
As pessoas que falam dos outros pra você, 
vão falar de você para os outros.
Perdoar e esquecer nos torna mais jovens.
Água é um santo remédio.
Deus inventou o choro para o homem não explodir.
Ausência de regras é uma regra que depende do bom senso.
Não existe comida ruim, existe comida mal temperada.

A criatividade caminha junto com a falta de grana.
Ser autêntico é a melhor e única forma de agradar.
Amigos de verdade nunca te abandonam.
O carinho é a melhor arma contra o ódio.
As diferenças tornam a vida mais bonita e colorida.
Há poesia em toda a criação divina.
Deus é o maior poeta de todos os tempos.
A música é a sobremesa da vida.
Acreditar, não faz de ninguém um tolo. 
Tolo é quem mente.

Filhos são presentes raros.
De tudo, o que fica é o seu nome e as 
lembranças a cerca de suas ações.
Obrigada, desculpa, por favor, 
são palavras mágicas, chaves que
abrem portas para uma vida melhor

O amor... Ah, o amor...
O amor quebra barreiras, une facções,
destrói preconceitos,
cura doenças...
Não há vida decente sem amor!
E é certo, quem ama, é muito amado.
E vive a vida mais alegremente...

Artur da Távola

Sinceridade

" A sinceridade incomoda a muitos,
principalmente a todos aqueles que 
não conseguem ser sinceros consigo
mesmo."


Olhos de quem vê

" Não é preciso mostrar beleza aos cegos, 
nem dizer verdades aos surdos.
Basta não mentir para quem te escuta, 
não decepcionar os olhos de quem te vê.
As palavras nos iludem por algum tempo, 
mais as atitudes nos ganham ou perdem para
S E M P R E "

Lições de vida




EU APRENDI
Que a melhor sala de aula do mundo
Está aos pés de uma pessoa mais velha;

EU APRENDI
Que ser gentil é mais importante do que estar certo;

EU APRENDI
Que eu sempre posso fazer uma prece por alguém
Quando não tenho a força para
Ajudá-lo de alguma outra forma;

EU APRENDI
Que não importa quanta seriedade a vida exija de você,
Cada um de nós precisa de um amigo
Brincalhão para se divertir junto;

EU APRENDI
Que algumas vezes tudo o que precisamos
É de uma mão para segurar
E um coração para nos entender;

EU APRENDI
Que deveríamos ser gratos a Deus
Por não nos dar tudo que lhe pedimos;

EU APRENDI
Que dinheiro não compra "classe";

EU APRENDI
Que são os pequenos acontecimentos
Diários que tornam a vida espetacular;

EU APRENDI
Que debaixo da "casca grossa" existe uma pessoa
Que deseja ser apreciada,
Compreendida e amada;

EU APRENDI
Que deus não fez tudo num só dia;
O que me faz pensar que eu possa?

EU APRENDI
Que ignorar os fatos não os altera;

EU APRENDI
Que o amor, e não o tempo,
É que cura todas as feridas;

EU APRENDI
Que cada pessoa que a gente conhece
Deve ser saudada com um sorriso;

EU APRENDI
Que ninguém é perfeito
Até que você se apaixone por essa pessoa;

EU APRENDI
Que a vida é dura, mas eu sou mais ainda;

EU APRENDI
Que as oportunidades nunca são perdidas;
Alguém vai aproveitar as que você perdeu.

EU APRENDI
Que quando o ancoradouro se torna amargo
A felicidade vai aportar em outro lugar;

EU APRENDI
Que devemos sempre ter palavras doces e gentis
Pois amanhã talvez tenhamos que engolí-las;

EU APRENDI
Que um sorriso é a maneira mais barata
De melhorar sua aparência;

EU APRENDI
Que todos querem viver no topo da montanha,
Mas toda felicidade e crescimento
Ocorre quando você esta escalando-a;

EU APRENDI
Que quanto menos tempo tenho,
Mais coisas consigo fazer.

(William Shakespeare)

domingo, 20 de outubro de 2013

Despreocupação

"Que você tenha o poder de valorizar o presente, porque este é o único tempo real que você pode dispor. 
O passado é como um filme que já passou e não volta mais, mas que deixou uma impressão na sua memória. 
O futuro é uma fantasia cujos acontecimentos poderão estar além da sua percepção. 
Para terminar com as preocupações, torne seu presente tão valioso e real quanto possível.
Além disso, plante uma semente de fé e esperança no futuro para que o melhor aconteça, mas faça isso de forma despreocupada. 
Fique desapegado daquilo que você gostaria de ver realizado. 
E tenha paciência!"


Brahma Kumaris

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Uma Ratoeira


Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo em que tipo de comida poderia estar ali.


Ficou aterrorizado quando descobriu que era uma ratoeira. Foi para o pátio da fazenda advertindo a todos:


¯ Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa!


A galinha, que estava cacarejando e ciscando, levantou a cabeça e disse:


¯ Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que é um grande problema para o senhor, mas

não me prejudica em nada, não me incomoda.

O rato então foi até o cordeiro e disse a ele:


¯ Tem uma ratoeira na casa, uma ratoeira!


¯ Desculpe-me Sr. Rato, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique

tranqüilo que o senhor será lembrado nas minhas preces.

O rato dirigiu-se então à vaca. Ela respondeu:


¯ O que Sr. Rato? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!


Então o rato voltou para a casa, cabisbaixo e abatido, para encarar a ratoeira do fazendeiro. 

Naquela noite ouviu-se um barulho, como o de uma ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, não viu que a ratoeira pegara a cauda de uma cobra venenosa. A cobra picou a mulher.

O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal: a  galinha.


Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los, o fazendeiro matou o cordeiro.


A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca para alimentar todo aquele povo.


Na próxima vez que você ouvir dizer que alguém está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito lembre-se que, quando há uma ratoeira na casa, toda a fazenda corre risco.




Contentamento

"O contentamento é a mais linda melodia que pode surgir do nosso coração. 
Como um verdadeiro cartão de apresentação, o contentamento revela a qualidade dos nossos pensamentos e intenções. 
A honestidade e a verdade estão sempre presentes nas ações de pessoas contentes. 
Pessoas assim são corajosas e destemidas nos seus relacionamentos. 
Elas tornam-se joias vitoriosas e encorajam outros a progredirem através do seu exemplo. 

Mesmo diante do maior obstáculo, quando a fé está associada ao contentamento, uma natureza fácil é criada e tudo é superado naturalmente."

Brahma Kumaris



Virtuosidade

"Para ser virtuoso basta querer ser assim. 
Precisa ter força de vontade também. 
Muitas situações acontecerão na sua vida para tentar provar que agir de forma virtuosa não tem grande importância assim. 
Mas aquele que entende que o fruto nasce de acordo com a semeadura se manterá firme em seu propósito. 
Sua virtuosidade o tornará um ser grandioso que deixará pegadas profundas e dignas de serem lembradas e seguidas por onde quer que passe."



Brahma Kumaris

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Canção das mulheres



Que o outro saiba quando estou com medo, e me tome nos 
braços sem fazer perguntas demais.

Que o outro note quando preciso de silêncio e não vá embora batendo a porta, mas entenda que não o amarei menos porque estou quieta.

Que o outro aceite que me preocupo com ele e não se irrite com minha solicitude, e se ela for excessiva saiba me dizer isso com delicadeza ou bom humor.

Que o outro perceba minha fragilidade e não ria de mim, nem se aproveite disso.

Que se eu faço uma bobagem o outro goste um pouco mais de mim, porque também preciso poder fazer tolices tantas vezes.

Que se estou apenas cansada o outro não pense logo que estou nervosa, ou doente, ou agressiva, nem diga que reclamo demais.

Que o outro sinta quanto me dóia idéia da perda, e ouse ficar comigo um pouco - em lugar de voltar logo à sua vida.

Que se estou numa fase ruim o outro seja meu cúmplice, mas sem fazer alarde nem dizendo ''Olha que estou tendo muita paciência com você!''

Que quando sem querer eu digo uma coisa bem inadequada diante de mais pessoas, o outro não me exponha nem me ridicularize.

Que se eventualmente perco a paciência, perco a graça e perco a compostura, o outro ainda assim me ache linda e me admire.

Que o outro não me considere sempre disponível, sempre necessariamente compreensiva, mas me aceite quando não estou podendo ser nada disso.

Que, finalmente, o outro entenda que mesmo se às vezes me esforço, não sou, nem devo ser, a mulher-maravilha, mas apenas uma pessoa: vulnerável e forte, incapaz e gloriosa, assustada e audaciosa - uma mulher.

Lya Luft

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

segunda-feira, 29 de julho de 2013

Luz da Alma





E minha alma, sem luz nem tenda,
passa errante, na noite má,
à procura de quem me entenda
e de quem me consolará...

Cecília Meireles

quinta-feira, 25 de julho de 2013

Pequenos gestos e grandes atitudes



“Humildade não descarta nada, leva a sério mesmo pequenas coisas. 
Ela é o reconhecimento de que tudo o que existe na vida e que esteja diante de você é para ser respeitado como algo que o levará para frente. 
Dentro de grandes coisas, muitas vezes, há pouco, mas, dentro de pequenas, há geralmente uma enormidade”.

Brahma Kumaris

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Pensamentos Divinos

“Pergunte-se agora: em que estou pensando? 
Procure manter pensamentos elevados em sua mente. 
Assim como a terra é revolvida para aumentar a absorção dos nutrientes pelas plantas, revolva o conhecimento espiritual. 
Enquanto nesse estado de paz você pode extrair a manteiga. Quando há pensamentos puros sobre si e Deus, você sente a beleza em si e na sua vida. 
Quando você aprofunda o entendimento, você produz manteiga (força) e creme de leite (frescor).
Ambos são úteis e necessários para haver poder na mente e doçura nas palavras. 
Hoje, eleve a qualidade dos seus pensamentos. 
Torne-os divinos.”



Brahma Kumaris

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Amar




"Amar não consiste em ver os defeitos de uma pessoa e tentar corrigi-los, nem em tocar-lhe as feridas doloridas. 


Amar consiste em envolver ternamente as feridas dessa pessoa, contemplar com carinho a Imagem Verdadeira, perfeita, que existe por trás dos defeitos aparentes e, afirmando o seu aspecto verdadeiro, mentalizar para que se desenvolva cada vez mais."

SEICHO NO IE DO BRASIL

quarta-feira, 17 de julho de 2013

“Qual é a diferença entre confiança e fé? 



Fé é um estado interno e confiança é aquilo que é
visível nos relacionamentos. 

Quando as pessoas dizem que não confiam em mim, isso significa que eu não estou sendo um tutor. 

Para ser um tutor, eu preciso ser livre de ego, ou seja, livre da palavra “meu”. 

Internamente eu sou um ser espiritual e externamente eu faço as ações como um tutor. 

Quando eu tenho essa consciência eu lembro que o louvor é para Aquele que está lá no alto. 

Eu não diria “fui eu que fiz”. Eu diria “foi feito por Ele.”

Brahma Kumaris

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Flexibilidade

“Aquele que é capaz de moldar-se vale seu peso em ouro. 
Seja elástico em sua natureza.
Curve-se, e você não se quebrará. 
Não permaneça apegado à sua velha natureza, evite o sofrimento. Abandone sua concha e abra-se para novas influências. 
Então, uma nova forma real surgirá. 
Seu relacionamento com os outros se tornará fácil. 
Todos se sentirão confortáveis na sua companhia”.


Brahma Kumaris

terça-feira, 25 de junho de 2013

Atitude

Meus pensamentos criam minha atitude. 
Meu olhar também cria minha atitude. 
E minha atitude cria a atmosfera. 
Quando me torno um benfeitor, minha atitude será de acordo. 
Um benfeitor só tem sentimentos benevolentes por todos. Consciência positiva só pode ser criada quando a velha consciência e as velhas atitudes são deixadas para trás.


Brahma Kumaris

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Calma




Calma na mente traz precisão no julgamento. 
Em situações desafiadoras, eu preciso me assegurar de que minha mente esteja calma antes de tomar qualquer decisão. Para conseguir fazer isso eu preciso praticar o acalmar da mente de forma regular. E quando eu me tornar mestre nessa arte eu conseguirei tomar decisões com muito mais facilidade, mesmo diante de situações extremamente difíceis.”

Brahma Kumaris

domingo, 23 de junho de 2013

Poder de Deus

“Quando existe a consciência de sermos uma família, o coração se preenche com poder de Deus. 
E todos os tipos de dualidades que existem no mundo, como cor e credo, acabam. 
Deus está nos preenchendo com o poder da paz, do amor e da felicidade. 
E através desses poderes toda a negatividade é dissipada. O desejo de Deus é que Seus filhos se tornem anjos e que mantenham seus pés longes do chão. 



Brahma Kumaris
Quando deixamos os desejos limitados, conseguimos receber o que Ele - que está lá em cima - nos dá.”

Eu + Tempo = Transformação...

Tudo que parece eterno tende a evaporar.
Se dissolver no tempo.
Deixar de ser e se tornar
brisa suave em tarde de verão.
Talvez , quem sabe , lagrima em dia frio.
Transporte pra outra dimensão, a bordo da musica inesquecível.
Nos mesmos somos mera recordação do que fomos ontem.
Eu mesma, sou apenas sobreposição de imagens.
Você vê o todo, porque me olha de frente.
Mas todas as minhas dimensões estão aqui comigo.
Todas as vidas que já vivi.
Tudo que acertei e errei.
Tudo que se desfez com o tempo.
Tudo que se transformou, tudo que e, para logo deixar de ser novamente. O tudo sou eu, Ou tudo que o tempo fez de mim!

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Razão ou Emoção


"O intelecto pode nos confundir, 

mas as emoções não mentem jamais."


(Roger Ebert, R.Veja, 10/04/13)

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Remédio para pressão arterial

Eu tomo um remédio para controlar a pressão.
Cada dia que vou comprar o dito cujo, o preço aumenta.
Controlar a pressão é mole. Quero ver é controlar o preção.
Tô sofrendo de preção alto.


O médico mandou cortar o sal. Comecei cortando o médico, já que a consulta era salgada demais.


Para piorar, acho que tô ficando meio esquizofrênico. Sério!
Não sei mais o que é real.
Principalmente, quando abro a carteira ou pego extrato no banco.
Não tem mais um Real.



Sem falar na minha esclerose precoce. Comecei a esquecer as coisas:
Sabe aquele carro? Esquece!
Aquela viagem? Esquece!
Tudo o que o presidente prometeu? Esquece!

Podem dizer que sou hipocondríaco, mas acho que tô igual ao meu time:
- nas últimas.
Bem, e o que dizer do carioca? Já nem liga mais pra bala perdida...
Entra por um ouvido e sai pelo outro.

Faz diferença...
"A diferença entre o Brasil e a República Checa é que a República Checa tem o governo em Praga e o Brasil tem essa praga no governo"

" Não tem nada pior do que ser hipocondríaco num país que não tem remédio" ...


Luiz Fernando Veríssimo

sábado, 8 de junho de 2013

Determinação

“A determinação torna possível o impossível. 
Quando você mantém a fé, mesmo diante de circunstâncias difíceis, isso é determinação. 
Quando você tem firmeza de propósito, coragem e auto-iniciativa, isso é determinação. 
Quando você tem fé em si e age de acordo com as leis divinas, então você sempre terá as bênçãos de Deus. 
Você será capaz de esculpir um lindo destino independente de obstáculo ou adversidade. 

Lembre-se: Deus ajuda quem ajuda a si mesmo.”

Brahma Kumaris

sábado, 1 de junho de 2013

Clareza

“Quando as palavras são precisas, não há necessidade de serem excessivas. Uma mente clara renuncia ao desperdício em nome da essência. Sua comunicação não produz ruído, o todo é absorvido. Com clareza, o compartilhar de ideias torna-se leve; e o aprender, natural. Nenhuma interferência é capaz de romper a conexão entre os interlocutores. A atenção se volta para as palavras que levam consigo sentimentos verdadeiros”.



Brahma Kumaris

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Atmosfera

“Aprendemos, desde cedo, que atmosfera é o ar que circula ao redor da Terra. 
Mas por que sentimos tanta diferença, na cidade, entre um domingo e um dia de semana, além da redução dos carros na rua?
Por que nos sentimos tão bem quando entramos em alguns locais e tão pesados em outros? 
Além dos componentes gasosos, a atmosfera é constituída de pensamentos. 
A depender da quantidade e da qualidade dos pensamentos, será a atmosfera local. 
Entre nesse laboratório invisível e faça experimentos para testar sua percepção”.


Brahma Kumaris

Ânimo e entusiasmo

"Para manter o ânimo e entusiasmo:
- lembre-se das coisas boas que aconteceram na sua vida;
- seja flexível e molde-se às situações;
- esvazie a mente de pensamentos negativos;
- tenha o espírito de uma criança;
- acredite muito em suas idéias, habilidades e talentos;
- cultive o silêncio - a mãe do ânimo e do entusiasmo;
- observe o padrão dos seus pensamentos 5 vezes ao dia;
- fale menos, fale docemente e fale suavemente."


Brahma Kumaris

sábado, 25 de maio de 2013

A VIDA


"A vida não comporta a mesmice. Nascer, crescer, reproduzir. Nenhuma planta é igual a si mesma num momento subsequente de tempo. As pedras não nascem, nem crescem, nem envelhecem, nem se reproduzem. São sempre as mesmas. Mortas."

Rubem Alves

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Luz



“Não existe nenhum instrumento capaz de produzir escuridão. Ela é simplesmente a ausência de luz. 
Um sinal de que algo está faltando. Ou uma névoa
que está impedindo uma visão mais clara da situação. 
Mas a luz para iluminar o caminho está bem próxima: dentro de nós.  Somos seres de luz. 
Quando conseguimos acender a percepção das nossas qualidades, todo o cenário se transforma. 
A vida adquire novas nuances. A alma humana se inunda 
de beleza”.

Brahma Kumaris

domingo, 19 de maio de 2013

Orquestra interior




“Nossa orquestra interna é composta de diferentes instrumentos musicais: memórias, desejos, tendências, mente, crenças, emoções, sentimentos, medos, intuição, julgamentos, criatividade, imaginação. 
Quando regemos bem a orquestra interior, deixamos de ser afetados pelas influências externas. 
Quando a orquestra nos dirige, dançamos de um lado para outro, sem uma direção clara. 
Mas quem é o diretor desta orquestra? 
Você. Quem é você? 
A consciência, a alma, o ser. 
Quando sua consciência está no comando, você faz a orquestra tocar de acordo com sua voz interior, ou seja, suas intenções mais puras e seus valores. 
Você pode. Você simplesmente tem que estar desperto e atento.”

Brahma Kumaris

Mente




"A mente sem controle flutua na superfície dos acontecimentos como uma folha levada ao vento.
Posses, outras pessoas, atividades, passado e futuro, são os principais campos por onde ela pode vaguear.
A questão não é fugir desses limites mas saber lidar com eles, mudando o enfoque.
As posses são meios e não fins.
As atividades podem ser transformadas em atos de servir. O passado me ensinou tanto e o futuro me aguarda de braços abertos."

Brahma Kumaris

segunda-feira, 13 de maio de 2013

Honestidade


“Quando somos honestos sobre nossas limitações e fraquezas, isso faz com que os outros e mesmo Deus nos ajudem no que nos falta. É por isso que a rosa está sempre sorrindo, ela não tenta esconder os espinhos. Os espinhos são tão honestamente visíveis que ainda assim as pessoas querem colher a rosa pela sua fragrância. Deus fica satisfeito com um coração honesto. Por isso Ele sempre mostra como remover os espinhos e alcançar o destino da verdade.”


Brahma Kumaris





domingo, 12 de maio de 2013

Ser mãe é,...


Limpar, cuidar, alimentar, divertir e tomar conta. Sim, as funções das mães são infinitas e intransferíveis. 

Mesmo depois que o cordão umbilical é cortado, o elo entre o bebê e a sua mãe jamais será quebrado. 

Mas uma coisa é certa: ser mãe é muito mais que isso. Ser mãe é educar para a vida  toda, ensinar  o que é certo e o que é errado, ficar atenta aos detalhes, saber quando algo estar errado mesmo quando houver silêncio, é pensar menos e sentir mais, é agir antes de acontecer, ser mãe é muitas vezes também é ser pai, amiga, avó.  
Ser mãe é não ter sono, ou ter que fingir que ele não existe. Ser mãe é ser polvo. 
É ter quantos braços forem necessários para carregar o carrinho, a bolsa, a chupeta, o paninho, o brinquedo e o filho. 

É escolher com o que ter paciência. 

É descobrir uma nova mulher em si a cada dia. É ter uma vida profissional, mais também querer muito ficar com as crianças em casa, e ter este conflito e tentar buscar alguma solução sob medida para a família. É ficar desesperada de vez em quando, mas agradecer todos os dias por eles existirem.

Muita gente acha que ser mãe significa cuidar da casa, lavar passar e criar os filhos para a vida, pois ser mãe em 2013, é tudo isso e muito mais. 


Se as mães de hoje ainda trazem aquele instinto maternal, aquele sexto sentido, por outro lado têm que lidar com situações que raramente aconteciam antigamente.


Hoje muitas mães criam sozinhas seus filhos, e não só possuem mais a tarefa de cuidar do seu lar, como também de carregar nas costas a necessidade de sustentar a casa, muitas vezes por si só.


Elas dividem seu tempo entre a jornada, os afazeres domésticos e também desempenham o papel de mãe, amiga, cozinheira, administradora, recreadora, enfermeira, pedagoga, educadora e mulher. 

E só elas para darem conta de tanta coisa.

A mulher moderna tenta ser uma boa mãe, enquanto se desdobra para não deixar de cumprir seus diversos outros papéis na sociedade. 


A cobrança é tão grande, que elas às vezes pensam que são super heroínas  e desistir não é uma opção, afinal, elas são não só responsáveis apenas por suas vidas, mas possuem um compromisso com seus filhos.


Esse acúmulo de tarefas que a maioria das mulheres hoje faz questão de assumir tem provocado um sentimento frequente de insatisfação e culpa quando o assunto é maternidade. 

E por mais que uma mulher se desdobre, ela tem sempre a sensação  de não ser a super mãe que todos esperam.
Neste dia das mães, o importante é lembrar que elas são seres humanos, com seus pontos fortes e fracos, e deixar de lado essa pressão de que mães não podem errar. 

As obrigações com  filhos, marido, chefe, amigas e sei lá mais quem é tanta que elas acabam tornando-se seres fantásticos  onipresentes, oniscientes e onipotentes, ou seja, querem estar sempre preparadas para tudo sem nunca falhar. Mas, todos sabemos, que isso é impossível.

Mais do que uma blusa ou um colar chique embrulhado em um papel prateado com um laço vermelho, o que mais deveria acontecer nesta data é reflexão. 

Cabe às pessoas que convivem com essas super- heroínas perceberem que elas são seres perfeitos e invencíveis, que são pessoas como nós que merecem descansar e se desligar do mundo de vez em quando.